136 presos em Yerevan após incidentes frente a sede da polícia tomada

Um total de 136 pessoas foram presas ontem à noite em Yerevan, depois dos confrontos entre a polícia e manifestantes em áreas adjacentes à sede da polícia que um grupo armado tomou desde domingo 17 de Julho.

Como resultado destes incidentes, também foram hospitalizadas 51 pessoas, dos quais 28 são agentes de segurança.

O confronto ocorreu quando o grupo de manifestantes foi dispersado pela polícia -que queria preservar a área- com gás lacrimogêneo.

No momento da entrada do grupo armado para a delegacia, o domingo passado, houve um tiroteio que matou um oficial e quatro outros e um dos assaltantes ficaram feridos. Os assaltantes exigem a libertação de Jirair Sefilian, ativista da oposição.

Compartir